fbpx

COVID-19: Distanciamento físico no ambiente de trabalho

O distanciamento físico no ambiente de trabalho é muito importante para ajudar a retardar a propagação da COVID-19.

Isto é conseguido minimizando o contato entre indivíduos potencialmente infetados e indivíduos saudáveis. Todas as empresas do setor alimentar devem seguir as orientações de distanciamento, tanto quanto possível.

As diretrizes da WHO mencionam que se deve manter pelo menos 1 metro entre colegas de trabalho. Nos locais onde o ambiente de trabalho não permite, os empregadores devem considerar e identificar as medidas a serem adotadas para proteger os funcionários.

Exemplos de medidas práticas para aderir às orientações de distanciamento físico no ambiente de trabalho do setor alimentar:

Escalonar os postos de trabalho em ambos os lados das linhas de produção, para que os trabalhadores não fiquem de frente um para o outro;

– Fornecer EPI’s (Equipamentos de Proteção Individual) como máscaras, redes para o cabelo, luvas descartáveis, macacões limpos e sapatos de trabalho antiderrapantes. O uso de EPI’s deve ser usual nas áreas de alto risco dos estabelecimentos que produzem alimentos prontos para consumo e confecionados. Quando os funcionários estão protegidos com os EPI’s, é possível reduzir a distância entre os trabalhadores;

– Espaçar os postos de trabalho, o que pode exigir redução na velocidade produtiva;

– Limitar o número de funcionários na área de preparação de alimentos;

– Organizar a equipa em grupos ou equipas de trabalho para reduzir a interação entre os grupos.

Segundo a OMS e FAO, é altamente improvável que as pessoas possam contrair COVID-19 a partir dos alimentos ou embalagens de alimentos. No entanto, é importante falarmos de Segurança Alimentar.

Leia também o nosso artigo Covid 19: Uso de luvas descartáveis

Open chat
1
Olá! Precisa de ajuda